André Damião

Damião trabalha transversalmente entre os campos da música e da arte eletrônica. Seu trabalho tem foco na crítica da tecnologia, estética da interface e mobilidade.
foto arquivo pessoal

André Damião trabalha transversalmente entre os campos da música e da arte eletrônica. Seu trabalho tem foco na crítica da tecnologia, estética da interface e mobilidade.

O músico também desenvolve os projetos Bloco Ruído e Cerne.

Damião recebeu alguns prêmios e bolsas para desenvolver sua pesquisa, incluindo o Prêmio Giga-Hertz, da ZKM, e o Radio Art Residency, em Halle, realizado pela Radio Corax e Goethe Institut. Seus trabalhos foram apresentadas em 22 países, incluindo festivais como MATA em Nova York, Sonorities em Belfast, Novas Frequências no Rio de Janeiro, Gaudeamus Musikweek em Utrecht, Latitude em Berlim, WhiteNoise na Cidade do México, LiveCodeFestival em Karlsruhe, 9ª Media Art Biennale WRO em Varsóvia, In Sonora em Madrid e Piksel Festival em Bergen.

Após algumas colaborações com a produtora Brava, Damião lança agora em Setembro seu novo álbum pelo selo. Em preve nas plataformas digitais e em edição limitada de cassetes.

Distorção

Distorção
mostra de música de ruído
10 e 17 de Setembro
19h
Sala Guiomar Novaes /Funarte – Alameda Nothmann 1058, Campos Elíseos /SP
entrada gratuita