Faust (ALE) no CCSP

Um dos precursores do krautrock, o icônico grupo alemão Faust – a parte atualmente composta por 2 dos membros originais, o vocalista/baixista Jean-Hervé Péron e o baterista Werner “Zappi” Diermaier – vem pela 1ª vez ao Brasil.

Acompanhados de Geraldine Swayne e James Johnston, farão 2 apresentações gratuitas dentro do “Mês da Cultura Independente”, do CCSP.

Faust
Jean-Hervé Perón
– baixo, vocal, guitarra, trumpete
Werner “Zappi” Diermaier
– bateria, percussão, serra elétrica
James Johnston
– guitarra
Geraldine Swayne
– teclados, vocal

*16 e 17 de Setembro, sexta e sábado
Centro Cultural São Paulo
– Rua Vergueiro 1.000, Paraíso; São Paulo /SP
19h
gratuito – retirada de ingressos na bilheteria, de terça a domingo das 10h às 22h



Curadoria: Juliano Gentile / CCSP
Produção executiva: Bruno /Radiola
Produção local: Angela / Brava
Roadie: Pedro Silva

Fasut
Formado na Alemanha em 1969, o Faust foi peça-chave na música do século 20, tido por muitos historiadores de música como das mais importantes bandas alemãs de seu tempo.

Um dos precursores de estilos como o industrial, o noise rock e o ambient, ao lado de conterrâneos como Can, reinventaram a música pop da época ao gravarem incansáveis sessões de improvisação em seu próprio estúdio (onde mantiveram-se isolados da sociedade por alguns meses), ao usarem samples, ao unirem vários gêneros diferentes – às vezes em uma mesma música – enfim, ao criarem livremente.. 

O ‘Kraut Rock’, conceito a que são associados, abriga bandas experimentais da Alemanha na década de 60 que soam tão heterogêneas quanto Kraftwerk e Amon Düül, que antes de mais nada procuravam soar diferentes de tudo o que havia sido feito musicalmente até então, em oposição à cultra anglo-americana em particular e na busca de uma nova cultura alemã pós Segunda Guerra Mundial.

Composta inicialmente por Hans Joachim Irmler, Arnulf Meifert, Jean-Hervé Péron, Rudolf Sosna, Werner “Zappi” Diermaier e Gunther Wüsthoff, o Faust acabou por desmembrar-se em 2 grupos homônimos distintos, após um longo hiato.

O Faust que Jean-Hervé Perón (baixo, vocal, guitarra, trumpete) e Werner “Zappi” Diermaier (bateria, percussão) continuaram por liderar mantém-se plenamente ativo e tocando em festivais ao redor do mundo desde 1992, sendo a dupla acompanhada desde 2007 por James Johnston (guitarra/Gallon Drunk, Lydia Lunch, Nick Cave and the Bad Seeds) e Geraldine Swayne (teclados, vocal/ artista visual, performer, pintora, diretora de filmes), com quem gravaram inclusive o último álbum em 2011, “Something Dirty”.

Confira como foi:

alguns vídeos das apresentações:

fotos por Paulo Borgia:

o setlist, fotos por Angela /Brava: